Talvez você nunca tenha ouvido o termo “acumuladores”, mas já viu uma pessoa que tem dificuldade de se desfazer de objetos. Normalmente são itens que carregam um valor sentimental ou outro significado importante.

Porém, os chamados acumuladores adotam a prática de maneira obsessiva. Veja!

Índice

1. Os acumuladores podem sofrer de uma compulsão

2. Há tratamento para os acumuladores

3. Colecionador não é acumulador

Os acumuladores podem sofrer de uma compulsão

Desorganização, acumuladores

Primeiramente precisamos deixar claro o que é um acumulador, o que se trata se um comportamento compulsivo.

Isso significa que estamos falando de um tipo de transtorno psicológico responsável por dificultar o descarte de qualquer objeto, ainda que o item não tenha o chamado “valor sentimental” para ser guardado.

Não confunda colecionadores com acumuladores. Aliás, aproveite 3 dicas de organização para colecionadores.

Qualquer objeto, mesmo aqueles inúteis, é acumulado em diferentes cômodos. O que costuma, por exemplo, começar no quarto e em breve se espalhar por toda a casa.

Portanto, é comum que os acumuladores tenham a sua casa repleta de objetos, muitas vezes dificultando até a convivência.

Nos casos mais graves temos diversos problemas, porque esse acúmulo traz problemas como geração de sujeira, uma vez que a higiene se torna mais difícil. Além disso, a família passa a sofrer as consequências, porque a convivência se torna um grande desafio.

Há tratamento para os acumuladores

As pessoas que se encaixam nesse diagnóstico devem buscar tratamento especializado. A terapia cognitivo comportamental, uma vertente da psicologia, é grande aliada no processo.

Isso porque é uma linha de trabalho que atua nas mudanças de hábito e comportamentos do paciente.

Inclusive, o gatilho para esses comportamentos podem vir de traumas, como perdas de entes queridos, por exemplo. Então, é muito importante contar com ajuda profissional, pois a partir de uma abordagem adequada é possível adquirir hábitos mais saudáveis.

Colecionador não é acumulador

Pode ser que as pessoas confundam o conceito de acumulador com o de colecionador, mas não é a mesma coisa.

Como vimos, o acumulador se trata de um tipo de compulsão que deve passar por tratamento. Já o colecionador costuma ter uma paixão por algo específico.

Colecionadores acumuladores

Assim, acaba por ter diversos itens parecidos guardados em sua casa ou outro espaço específico. Não é um comportamento compulsivo, apenas direcionado a uma prática.

Além disso, normalmente colecionadores não perdem o controle e possuem uma prática mais racional dessa atividade.

Colecionador não é acumulador

Os limites sobre o espaço para guardar os objetos, recursos para aquisição de novos e outros detalhes são bem administrados. Portanto, não é uma prática que traz malefícios para indivíduo ou para aqueles que estão presentes em sua vida.

Agora ficou fácil de compreender o que são os acumuladores, já que você aprendeu mais sobre o assunto. É muito importante entender como se dá esse comportamento compulsivo para proteger a si mesmo e aos seus entes queridos, bem como saber a separação entre outros hábitos, como colecionadores.

Se você é um colecionador não precisa se preocupar, basta identificar os limites entre paixão e obsessão. Há muitos tipos de colecionadores que carregam em seus arquivos itens muito valiosos, que contam parte da história desse indivíduo ou sobre o próprio item.

Se você precisa de espaço para deixar seus objetos guardados e seguros, conheça o serviço de self storage da Estoque Bem. Para entender melhor como funciona faça um orçamento simplificado e confira as nossas soluções.