Seja em casa ou no trabalho, há momentos em que a vista se perde em meio a tanta coisa acumulada pelas mesas, armários ou dentro de cômodos. Em momentos assim, é hora de colocar em prática o declutter.

Essa ação é conhecida por analisar quais itens não estão mais sendo utilizados e desfazer-se deles, seja jogando fora ou colocando para doação. O objetivo é manter a organização.

A ideia é simples, mas a atitude não, principalmente quando se trata de objeto com valor sentimental. Mas, para te auxiliar a desapegar do que não faz mais sentido em manter, listamos algumas dicas de como praticar o declutter.

Índice

1. O que é declutter?

2. Como fazer um declutter realmente eficiente?

3. A frequência do declutter

4. Não consegue se desapegar? Tente um self storage

O que é declutter?

A palavra, de origem inglesa, não tem uma tradução direta para o português, mas pode ser entendida como desapegar ou “destralhar”.

E a ideia é realmente essa: se desfazer de itens que já não têm mais utilidade e estão apenas ocupando espaço.

declutter

O grande problema do declutter é saber exatamente o que pode ser descartado, o que ainda está em condições de uso e o que deve ser doado. Mas, para resolver essas dúvidas, existe um meio bem simples, que é o que abordaremos a seguir.

Como fazer um declutter realmente eficiente?

Declutter separar coisas

Para que o declutter seja eficiente de fato, existem algumas perguntas que você pode responder que vão te guiar durante o processo, fazendo você entender a real utilidade de cada objeto.

  1. Quantas vezes você usou o objeto no último ano? Se a resposta for nenhuma ou até uma vez, talvez seja hora de desapegar deste item;
  2. Esse objeto tem valor sentimental? Se sim, avalie o quanto é importante manter o item e tente guarda-lo em outro lugar que ocupe menos espaço. Se a resposta é não, é hora se desfazer dele;
  3. Possui algum outro item com a mesma finalidade? Não adianta nada manter dois objetos que têm a mesma finalidade, quando apenas um deles é utilizado. Desapegue-se do outro;
  4. No caso de roupas e sapatos, ainda te serve? Se não servem mais, não tem motivo para continuar guardando;
  5. Se o objeto está quebrado, vale a pena consertar? Se a resposta é não, então pode desapegar.

Após a análise, considere sempre a doação de objetos em bom estado ao invés de jogar fora. O descarte só deve ser feito em caso de itens que realmente não podem mais ser reutilizados.

A frequência do declutter

A frequência do declutter

Não há um período específico para realizar o declutter, mas é interessante fazer, pelo menos uma vez por mês, para evitar mesmo o acúmulo.

Entretanto, toda vez que julgar necessário fazer uma limpeza geral nos itens da sua casa ou da sua empresa, o declutter é sempre bem-vindo.

Não consegue se desapegar? Tente um self storage

Sabemos que é difícil se desfazer de alguns itens, principalmente os que têm valor sentimental. Se o declutter não é uma opção muito atrativa para você, com certeza o self storage pode te ajudar.

Ao invés de doar ou jogar fora os itens que não têm mais espaço, eles podem ser alocados em um box, pelo tempo que for necessário, até que um destino final seja encontrado para esses objetos.

Para saber mais sobre esta alternativa, acesse o nosso site e faça um orçamento simplificado de self storage para entender melhor.