Embora a atividade de colecionar seja prazerosa, o processo de organização exige esforço e dedicação dos colecionadores. Sendo assim, toda ajuda nessa tarefa é bem-vinda, não é mesmo?

Neste artigo, vamos apontar três dicas que podem ajudar a ordenar objetos de coleção, afinal ter tudo organizado favorece a preservação dos objetos, evita desgastes e facilita que se localizem as peças.

1. Armazene as peças da coleção em local adequado

Armazenar coleção em local adequado

Como sabemos, objetos de colecionadores podem variar muito. Há quem colecione máquinas fotográficas, cartuchos de games, móveis antigos, instrumentos musicais, itens decorativos de porcelana, equipamentos eletrônicos, entre outros tantos objetos. Isso significa que podem ser peças muito delicadas, sensíveis a qualquer impacto, à umidade ou poeira.

Por isso, embora os itens de coleção variem, a necessidade de um armazenamento cuidadoso não muda. Ou seja, tão importante quanto reunir as peças é protegê-las, no entanto nem sempre todo mundo dispõe de espaço adequado para isso.

Leia também: 4 benefícios de um minideposito.

Nesse sentido, o serviço de self storage é uma solução inteligente de armazenamento. Isso porque os boxes têm tamanhos variados, com capacidade de comportar os mais diversos tipos de objeto.

Além disso, são espaços livres de poeira excessiva, de umidade e de insetos, com segurança 24h e monitoramento por câmeras e sem trânsito de pessoas.

2. Faça um inventário

Fazer inventário de coleção

Em geral, as coleções podem ser grandes ou pequenas. Mesmo que uma coleção ainda esteja no início, o melhor é manter um controle dos itens e o inventário é uma forma de fazer isso.

O inventário da coleção funciona como um inventário de estoque, ou seja, é uma lista realizada pelo colecionador descrevendo tudo aqui que faz parte da coleção e mais alguns detalhes.

Aliás, a identificação e classificação dos objetos pode seguir as melhores práticas de um inventário de estoque. Assim, a organização fica mais confiável e depois pode ser criada uma rotina para identificar e classificar periodicamente.

Leia também: 3 dúvidas comuns sobre self storage e suas respostas.

Ademais, ao realizar o inventário, fica mais fácil de entender quais são os itens iguais ou similares e também facilita a aquisição de novas peças.

Já sobre o formato do inventário, existem opções que podem ser mais ou menos adequadas de acordo com o volume e complexidade da coleção. Alguns formatos são:

  • planilha;
  • fotografia;
  • etiqueta;
  • caderno.

3. Mantenha apenas itens necessários à coleção

 

Instrumentos musicais

Com o passar do tempo, a coleção cresce e os itens se acumulam. Sendo assim, uma prática que facilita a organização é, de tempos em tempos, separar tudo aquilo que não deseja manter e, então, vender ou doar.

Isso significa revisitar a coleção, o que pode ser feito com alguma frequência, principalmente se estiver em self storage, pois o acesso é facilitado e os boxes podem ser abertos pelo locatório quantas vezes for necessário, de segunda à sexta-feira, em horário comercial.

Gostou das três dicas? Se você guardar objetos com esse propósito, ou conhece alguém que faça isso, essas dicas simples de organização para colecionadores podem fazer diferença. E se está procurando um lugar para organizar a sua coleção, acesse o nosso site e faça um orçamento simplificado de self storage.